13 criptomoedas caem para zero após golpe em série, roubando R$ 13 milhões

Ao menos 13 criptomoedas caíram para zero entre essa quinta e sexta-feira com o que parece ser um golpe em série. No total, os golpistas embolsaram mais de R$ 13 milhões em poucas horas. Segundo informações da empresa de segurança PeckShield, algumas dessas criptomoedas usavam o nome de projetos reais para enganar investidores. Outras, no […] Fonte: 13 criptomoedas caem para zero após golpe em série, roubando R$ 13 milhões Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

 4
13 criptomoedas caem para zero após golpe em série, roubando R$ 13 milhões
Criptomoeda cai para zero após golpe conhecido como 'honeypot'.

Ao menos 13 criptomoedas caíram para zero entre essa quinta e sexta-feira com o que parece ser um golpe em série. No total, os golpistas embolsaram mais de R$ 13 milhões em poucas horas.

Segundo informações da empresa de segurança PeckShield, algumas dessas criptomoedas usavam o nome de projetos reais para enganar investidores.

Outras, no entanto, eram ainda mais estranhas. Como exemplo, há um token chamado “Changpeng Zhao (CZ)”, mesmo nome do criador da Binance, que também perdeu todo seu valor. Zhao obviamente não tem envolvimento com o golpe.

Golpe em série, 13 criptomoedas caem para zero e deixam prejuízo de R$ 13 milhões

Os golpes em questão são idênticos em vários sentidos. Além de serem criptomoedas novas, a oferta total de tokens também parece a mesma, um número próximo aos 100 quintilhões de unidades.

“DarkProtocol (DARK) caiu -100%”, informa a PeckShield. “O endereço 0xb880…0832 trocou 100.100.100.100.100.100.100.1001 DARK por 976,53 WBNB (US$ 230.800).”

“GigaDAO $GIGS caiu -100%”, aponta a PeckShield no tuíte seguinte. “O endereço 0x1C12…AFF6 trocou 100.100.100.100.100.100.100.1001 GIGS por 1.016,45 WBNB (US$ 240.000).”

Embora os dois alertas pareçam ser sobre a mesma criptomoeda, na verdade, são duas diferentes. Os tuítes da empresa de segurança continuam, com outros 11 golpes quase idênticos. Como nota, a PeckShield lembra que tais projetos podem estar compartilhando o nome de projetos reais.

Segundo análise do Livecoins, a maioria dos projetos contava com um aviso de que eram um “Honeypot” (pote de mel). Ou seja, investidores conseguiam comprar a criptomoeda, mas, devido a limitações do contrato inteligente, não conseguiam vendê-las.

Criptomoedas que caíram para zero tinham alerta de que eram golpes. Fonte: Dextools.
Criptomoedas que caíram para zero tinham alerta de que eram golpes. Fonte: Dextools.

A lista completa das 13 criptomoedas que aplicaram um golpe milionário nesta black friday é a seguinte:

  • Jewels (JWL)
  • TrustPad (TPAD)
  • DarkProtocol (DARK)
  • GigaDAO (GIGS)
  • Web (WEB)
  • Creso (CRE)
  • IPMB (IPMB)
  • DigiFund (DFUND)
  • RepubliK (RPK)
  • PapaBear (PAPA)
  • Changpeng Zhao (CZ)
  • AISurf (AISC)
  • Squid Game (SQUIDGAME)

Como mencionado anteriormente, algumas dessas criptomoedas levam nomes de projetos reais a fim de enganar suas vítimas. Portanto, não devem ser confundidas com projetos de mesmo nome.

Como se proteger desses golpes?

As criptomoedas acima estavam sendo negociadas apenas em corretoras descentralizadas, o que já exige um maior grau de conhecimento. No entanto, é sempre recomendável seguir os perfis oficiais dos projetos nas redes sociais para encontrar o endereço correto do contrato do token.

De qualquer forma, os golpes acima continham vários avisos de que eram honeypots. Portanto, é até estranho que os golpistas tenham conseguido captar tanto dinheiro em um curto espaço de tempo.

Por fim, a última recomendação é ficar longe de shitcoins, ou seja, focar em projetos sólidos. Desde o início do ano, por exemplo, o Bitcoin valorizou 128%, sendo um ótimo exemplo de que não é preciso correr riscos desnecessários para obter bons lucros neste mercado.

Fonte: 13 criptomoedas caem para zero após golpe em série, roubando R$ 13 milhões

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.